segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Halloween é uma festa religiosa, pró morte.


O Halloween é uma festa religiosa (ponto!). Não interessa se você não faz com esse intuito, não crê ou coisas do gênero. O próprio nome e todos os simbolismos e fantasias, ainda que você ache que não, são religiosos.

Dia 31 de outubro ou Dia das Bruxas, como ficou conhecido, é uma data comemorada por cada vez mais pessoas e, 98% delas nem sabe por quê. Participam por moda, porque é engraçado ou acham interessante usar fantasias macabras e sexy.

O fato é que é uma festa religiosa que, por motivos de colonização e imigração, se fundiu a outras religiões, fazendo um emaranhado de crenças disfarçado de cultura. Ora, ainda que cultura seja um termo amplo e totalmente cabível, não anula o sentido religioso. E, mais que uma bola de neve sagrada, o Halloween tem se espalhado como "cultura", também se fundindo e tomando posse de outras culturas, pelo mesmo motivo colonizador. Além disso, um de seus maiores impactos está na educação e na formação do caráter.

Nessa matéria, você encontra um estudo estendido sobre o assunto, abordando desde a origem da data, os simbolismos, os aspectos religiosos, o impacto causado na cultura e, principalmente, na educação, além de dicas para jovens, pais e professores. Se você achava que Halloween era só uma brincadeira boba, então descubra porque o caso não é tão simples. Para facilitar, separamos os assuntos em tópicos.

Leia os outros tópicos dessa matéria:

Halloween - Origem
Halloween - Simbologia
Halloween – E a Educação
Halloween – Em nossa Cultura
Halloween – Sob o aspecto religioso
Halloween – Uma breve conclusão

Fonte: Revista Gente Nova


Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

A Negação dos Absolutos Morais

A negação da revelação divina da verdade resultou também na negação dos absolutos morais. O argumento mais usado é: se os padrões morais não foram revelados por um Deus soberano que determinou que os indivíduos são responsáveis por suas ações, então os absolutos morais tradicionalmente aceitos foram criados pela humanidade. Assim sendo, uma vez que a humanidade é a fonte desses absolutos, ela tem o direito de rejeitar, mudar ou ignorá-los.
O resultado dessa racionalização falaciosa é que a sociedade acabou testemunhando uma tremenda decadência moral. Ela passou a rejeitar a idéia de que apenas as relações heterossexuais e conjugais são moralmente corretas, passando a desprezar e ameaçar cada vez mais os que defendem essa idéia. Movimentos estão surgindo em todo o mundo para redefinir legalmente o conceito de matrimônio e para forçar a sociedade a aceitar essa nova idéia, a abolir ou reestruturar a família e proteger a propagação da pornografia.
O assassinato de seres humanos parcialmente formados (aborto) já foi legalizado em muitos países. Algumas pessoas ainda insistem em dizer que não existe questão moral nenhuma envolvida no suicídio assistido, na clonagem humana. O assassinato e a mentira passaram a ser aceitos como norma. Essa falência moral ameaça as próprias bases da nossa sociedade.

Parte de texto publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite, agosto de 2002.


Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

sábado, 22 de outubro de 2011

DIAS DE SINAIS E DIAS DE JUÍZO

DIAS DE SINAIS E DIAS DE JUÍZO

Estes dias não são dias comuns, São dias de sinais!
Para muitos o que têm acontecido são coisas comuns e até científicas. A mente humana tenta explicar, mas a Bíblia fala de sinais no céu e na terra.
Existe uma velocidade espiritual e os sinais estão aí! Temos que entender que nós somos um centro profético, pois estamos vivendo um momento espiritual de definição e posicionamento. A bíblia fala que Deus chamará pessoas e que existem os trabalhadores da primeira hora, os que são chamados depois e os da ultima hora. Os da primeira e os da ultima hora vão receber a mesma coisa, não existe diferença.
Estes últimos dias são dias marcados pela visitação do Espírito Santo. Existem visitações que trazem juízo, e mesmo nestas há a companhia de Deus.  Antes de acontecer à destruição de Sodoma e Gomorra, o clamor daquele povo chegou ao céu. Deus envia anjos para nos socorrer e antes de Ele se manifestar na sociedade Ele se manifesta dentro da Igreja. O propósito de Deus na tua vida determina a intimidade dele com você.
Antes de acontecer qualquer coisa nesta geração Deus falará á Igreja. O que tem acontecido na América do Norte e na Europa não vai mudar, não haverá melhora, pois Deus está julgando o Deus deste século, Mamon. Haverá uma falência no sistema mundial e este é um processo irremediável, que não voltará atrás. Quando as trombetas começarem a tocar, não haverá mais volta. O processo não está nas mãos do anticristo ou nas mãos da ONU, não está nas mãos do governo chinês, dos americanos ou russos, mas está nas mãos do cordeiro. Ele é o único que pode desatar os selos e abrir o livro.
Antes de acontecer a destruição de Sodoma e Gomorra Deus fala com Abraão e ele se posiciona, do mesmo jeito a Igreja precisa se posicionar pela redenção.
Neste dia veremos muitas coisas que parecem inabaláveis serem abaladas. O livro de Marcos capítulo 11é todo profético. Nele vemos um caminho que Jesus percorreu para Jerusalém e aprendemos que nem sempre a visitação de Deus é como nós imaginamos. Esta palavra é mais ampla, é uma advertência: "E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos. E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus discípulos ouviram isto." (Mc 11:13-14)
Jesus está em um processo purificação, Ele teve fome e viu uma figueira (a figueira simboliza a Israel, o povo dele). Ele nos mostra que não é porque não é tempo de dar frutos que o tempo certo não chegou.
Na hora certa da visitação nós viveremos um tempo de maior expressão de fé de toda história, mas nós também vamos ver o juízo como nenhuma outra geração jamais viu. Nestes últimos tempos haverá um derramar excepcional e tremendo! Veremos ministério de anjos, milagres acontecendo de um lado ao outro e coisas extraodinárias serão comuns nas nossas vidas.
Jesus espera retorno de nós. A graça dele espera resultados. Na palavra, ele quer ver resultados. A salvação tem que dar resultados. Nós nascemos para dar resultados.
Não nascemos apenas pra ficarmos parados escutando, vivendo nossa vida e achando  que podemos dar resultados em tudo e simplesmente ignorar aquilo que está nos fortalecendo, nos abençoado, nos dando força a cada manhã e a cada tarde. Aquilo em que Deus investe tem que dar resultados. O propósito de Deus em nossas vidas não são apenas folhas. Vai muito além da aparência.
Deus deseja que você tenha sucesso, mas o sucesso não é o fim e sim apenas um sinal. O resultado é um sinal. Ser bem sucedido deve ser normal porque é um impulso que Deus nos dá para nós chegarmos aonde nós temos que chegar. Ele espera algo de nós.
Hoje em dia dizem: "A minha denominação é melhor do que a sua" ou "a minha teologia põe a tua no bolso". O cristianismo não é pra nos tornarmos melhores e sim para fazer o outro melhor do que nós mesmos. Cristianismo não é pra derrubar e sim para pegar do lixo e levantar.
Que "evangelho" é este que quer se sobrepor a outros se o evangelho não se sobrepõe. O verdadeiro evangelho vai ao chão e levanta aquele que está caído, não apaga o pavio que fumega e não esmaga a cana quebrada.
Não é pra nos sentirmos melhores é para servimos melhor. À medida que conhecermos mais, servimos mais. A nossa teologia é boa, não é quando nós somos melhores, mas quando nós servimos melhor.
Quando vivemos um cristianismo de aparência todas as energias são usadas para alimentar a própria beleza. E satanás é um bom exemplo disto, pois ele começava a se orgulhar daquilo que ele era e Deus não nos chamou nos orgulharmos, mas ele nos chamou para brilhar, para que outros possam encontrar a luz través de nós. Aquilo que acontece em nossa vida tem que refletir para que outras pessoas conheçam a glória de Deus.
A força de uma figueira consiste em ela utilizar a energia, toda seiva. Nós pensamos que Deus está satisfeito com nossa folhas (aparência), mas não, Ele fica satisfeito quando vê a glória Dele resgatando, restaurando, curando e transformando, quando ensinamos as pessoas a serem adoradores de Deus, a visitarem o preso e o enfermo e mostrar a glória do Senhor. Nós não nascemos apenas para ter folhas, mas para multiplicação, pois aquilo que nós recebemos tem que virar alimento para nós e para outros. Deus nos chamou e Ele nos viu no meio da multidão, deprimidos, quebrados, transtornados, mas Ele nos escolheu mesmo assim e nos levantou para que dermos frutos e o nosso fruto permaneça depois que nós passarmos.
Três anos antes um homem chamado João Batista apareceu pregando: "o machado está lançado e toda árvore que não produz fruto ele corta e é lançado no fogo." (Mt 3:10)
Aquela geração não ouviu a voz de Deus e muitas vezes pessoas estão secas espiritualmente porque a secura começa quando as suas raízes não estão mais aonde deveriam estar.
O processo de Deus de chamar a nossa atenção não é para ameaçar, mas é para abençoar, guardar e prosperar. O texto é: "corta esta árvore. Porque há três anos ela não dava fruto." Nós estamos produzindo frutos? Muitas vezes Deus esta derramando muitas bênçãos, mas nós estamos neste ultimo ano.
O machado está lançado sobre esta geração e sobre pessoas que estão secas porque as suas raízes não produziram o que tinha que produzir. "Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda." (Jo 15:2)

O ramo está em Cristo! Você pode estar em Cristo e não produzir nada e todo ramo que não produz fruto é podado. Nós queremos ser podados ou cortados? Não sejamos cortados!
Deus espera algo de nós para o Reino Dele. Ele quer nos dar o melhor, não para que vivamos por estas coisas, mas para que vivamos pelas bênçãos do Senhor. Ele espera que nós nos envolvamos, que tenhamos comprometimento.
A fé pode mudar qualquer coisa mesmo no meio do juízo Deus! Pode mudar situações que são inalteráveis. Nestes dias, Deus vai liberar uma unção de fé e quebrar resistências para mudar as circunstâncias. É tempo de uma liberação de fé ao nível de Deus. Nós vamos receber o que nenhuma geração recebeu. A fé é dizer com a boca aquilo que o coração quer dizer!


Fadi Faraj
Pr Sênior




Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

COREIA DO NORTE, NOVAMENTE KOREA!

CORÉIA DO NORTE, NOVAMENTE À KOREA!

Prezados Pastores e Irmãos,
muito amados no Senhor, companheiros de caminhadas e lutas, que me sustentam, animam e me dão forças para continuar.
Obrigado por suas orações por mim e minha querida esposa, Lily. Por favor, não se esqueçam de orar por nós todos os dias e sempre que se lembrarem.
Estou no avião, voltando de S. José dos Campos SP para Goiânia e para casa. Amanhã bem cedo viajo de novo, dessa vez para Lavras no sul de Minas, para mais um Congresso de Adoração e Missões da MCM.
Tem sido assim... Às vezes penso em parar de viajar, mas impossível.
É maravilhoso e renovador ver que HÁ UM POVO NO BRASIL com muita sede de Deus e sedentos por um avivamento, então, a cada viagem volto ainda com mais forças para continuar.
Quero que vocês saibam que grandes coisas o nosso DEUS está fazendo através do nosso trabalho nas Nações, mas também preciso lhes mostrar as atuais necessidades: 

*  KOREA
Dois pastores nossos, Marcelo Belitardo e Renato de Oliveira, estão hoje na Korea e conseguiram levar 5 kits de energia solar para instalar em pequenas vilas no interior do país. Os kits custaram um pouco mais de 3 mil dólares.
O deficit de energia elétrica na Korea é enorme, histórico e muitas comunidades nunca viram uma lâmpada acesa em suas casas. O frio já começou lá e atualmente a temperatura está em 2 graus. Breve estará muito abaixo de 0, e o povo não tem como se aquecer.
Entretanto essa tem sido a estratégia e a porta para entrarmos no país com o Evangelho e o governo da Korea sabe que todo o investimento que estamos fazendo em seu país é ofertado por cristãos do Brasil.
A dois dias atrás depositamos mais de 13 mil reais para a compra de mais 10 toneladas de arroz para orfanatos e asilos da Korea, mas gostaríamos de ter depositado muito mais, para 20 ou 30 ou quem sabe 50 tons, mas o saldo que tínhamos na conta da Korea era esse, então foi o que pudemos fazer...
Se cada um que ler essa carta fizer um depósito na conta da MCM, "específica para a Korea", poderemos comprar muito mais kits de energia e enviar muito mais alimentos para as crianças e idosos que estão morrendo de fome lá.
Contudo amados, muito especialmente peço que ORE pela libertação de mais de 60 mil irmãos nossos koreanos que estão presos e que todos os dias são torturados, muitos até a morte;
ORE pela libertação e salvação deste povo! 23 milhões de pessoas, no regime mais opressor do mundo hoje! "Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo."
OFERTAS PARA A KOREA:
BRADESCO
Ag. 1572-5 C/C 4940-9
Titular MCM.
____________________________________________________________________________________

*  VARANASI - ÍNDIA
Precisamos de um casal para a Índia, Varanasi!!!
Nesta última viagem ao Oriente, batizamos 90 novos convertidos em Varanasi, na Índia, incluindo os 2 primeiros eunucos de muitos que virão, para glória de Deus Pai! Irmãos, "os campos estão brancos para a Ceifa!"
"A seara é grande, mas os obreiros são poucos. Rogai, pois, ao SENHOR da seara que mande trabalhadores para a Sua colheita."

___________________________________________________________________________________ 

*  GUINE BISSAU
- Já temos o dinheiro e estamos comprando ainda nesta semana, por cerca de 35 mil reais, um barco para o trabalho de implantação de igrejas nas Ilhas da Guiné.
- Precisamos construir uma casa para o casal de pastores, Adonias e Valéria Rodrigues, que enviamos para trabalhar com a Pra. Marly naquele país e naquelas ilhas.
- Necessitamos também de um casal para ajudar na formação de obreiros lá e na implantação de Igrejas tanto nas ilhas como no Continente.
Se Deus falar com você, entre em contato conosco aqui no Escritório Central da MCM.
Saia da zona de conforto e vá para as Nações, corra em busca de sua herança eterna!

__________________________________________________________________________________

*  OFERTA DE RESGATE PELAS NAÇÕES 
Há uma alegre expectativa em nosso coração em relação à Oferta de Resgate pelas Nações, que acontecerá em todas as Igrejas filiadas no próximo dia 13 de novembro!
Ontem à noite ministrei na Igreja do Pr. Claudio Sanches em S. José dos Campos, e sua esposa, Diná, fez uma apologia da Oferta de Resgate, dizendo como será o 13 de novembro em sua Igreja, com barracas das nações, comidas típicas etc , envolvendo todos os setores da Igreja. Foi lindo e muito animador ouvi-la!
Nossa fé e expectativa é de que cada Igreja, empresário e irmão que nos apoia em todo Brasil possa ofertar pelo menos 1.000 reais naquele dia, é claro, aqueles que podem ofertar mais, sabemos que o farão e se você só pode ofertar menos, FAÇA-O, pois meu irmão, são inúmeras as necessidades e AQUELE que multiplica a sementeira te honrará !!!
- A ESCOLA "MENINAS DOS OLHOS DE DEUS" no NEPAL precisa de reformas e investimentos urgentes.
- Já temos o sítio para a criação das "CABRAS DOS OLHOS DE DEUS" no NEPAL, mas falta a estrutura.
- Temos o compromisso de resgatar, pela prevenção, 3 mil Meninas no Nepal até meados do ano que vem. Já resgatamos 1.300 mas ainda faltam cerca de 1.700 meninas pra cumprirmos este compromisso, e isso vai custar cerca de 13 mil dólares mensais. 
- Precisamos de cerca de 200 mil reais para nossa base no KENYA, que administra a implantação de Igrejas em todo o norte da ÁFRICA. 
Graças ao Senhor Deus as necessidades estão sempre crescendo pois Sua obra está crescendo num ritmo muito forte e muito acelerado!
Todavia a nossa confiança está no SENHOR e jamais vamos parar ou recuar, mas vamos continuar e avançar, JUNTOS!
FAÇA SUA OFERTA DE RESGATE!

BRADESCO

Ag: 1633

C/C 25407-0

Meu irmão, faça segundo as suas forças e posses, mas em nome de JESUS, FAÇA!

 Para que o nome de JESUS DE NAZARÉ seja conhecido em todos os confins da terra,
Seu servo e amigo,
josé rodrigues



Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Pastor Youcef Nadarkhani - Condenado a morte no Irã



Wilma Rejane
O advogado de defesa do pastor iraniano youcef Nadarkhani anunciou que o lider supremo Ali Khamenei Ayatolla irá revelar sua sentença sobre o caso dentro dos próximos 20 dias. Khamenei controla o judiciário e por trás dos bastidores pode influenciar na decisão. Os tribunais, no entanto, podem ter dificuldade diante da comunidade internacional e muçulmana que pressionam sobre o veredicto.

Oitenta e nove membros do Congresso americano enviaram uma carta bipartidária para a secretária de estado Hilary Clinton, instando-a a se envolver diante da ONU e pressionar o Irã a libertar o pastor Youcef. Uma petição assinada por 156.000 americanos Também  foi entregue a Hilary , pedindo que  apoiasse a absolvição do pastor.

Youcef Nadarkhani é um pastor cristão, preso em Outubro de 2009 sob acusação de apostasia e tentar evangelizar os muçulmanos, pelo que foi considerado culpado no tribunal da provincia de Gilan. Apelou o seu caso em Dezembro de 2010 ao Supremo Tribunal do Irã que por sua vez passou o caso para Khamenei. Ele não negou a fé e mesmo sob ameaças continua confessando ser Cristo Jesus seu Senhor e Salvador.

AÇÃO NAS EMBAIXADAS: ENTRE EM CONTATO NO SEU PAÍS  E PEÇA A LIBERTAÇÃO DO PASTOR:

Mas não só as grandes agências e entidades estão se movendo. Muitos cristãos, além da oração, estão tomando medidas práticas que podem ajudar na libertação do pastor evangélico iraniano.

Você pode ser muito útil, escreva ou ligue para a embaixada iraniana em cada país para pedir o cancelamento da pena de morte e a liberação de Yousef.

Qualquer pessoa que deseje fazê-lo, você pode procurar a embaixada iraniana em seu país neste link na internet-CLIQUE AQUI, ou então usando e-mail, por telefone ou fax.
Você pode estar escrevendo direto daqui:
Brasil : E-mail: webiran@webiran.org.br
Petição Pública ao Senado Brasileiro em Favor do Pastor Yousef aqui

O clamor é para que continuemos orando com mais afinco neste próximos 20 dias para que o Senhor
 
tome o controle desta situação e mova os corações destes lideres e libertem o pastor. Amém…


Fontes como links no artigo.

União de Blogueiros Evangélicos




Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Vencendo O Mundo Interior

Vencendo O Mundo Interior

"No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci
o mundo" (João 16:33).


Alexandre, o Grande, conquistou o mundo diante dele, mas,
foi subjugado por suas próprias concupiscências. Ele morreu
em estado de estupor, completamente bêbado. O cristão
conquista suas próprias concupiscências, a fim de subjugar o
mundo dentro dele. Em Cristo somos mais que vencedores .

De nada adianta vencer todo o mundo ao redor e não vencer o
mundo que existe dentro de nós mesmos. É este último que nos
abate, que nos desencoraja, que nos afasta de Deus. E só
seremos mais que vencedores se expulsarmos o mundo em nosso
interior, substituindo-o pela presença viva e poderosa do
Senhor Jesus Cristo.

Alexandre, o Grande, na realidade, mostrava-se pequeno. Ele
não conseguiu vencer o seu próprio ego, nem seu egoísmo, nem
sua arrogância, nem sua prepotência. Ele era fraco. Jamais
experimentou a verdadeira alegria; nunca conseguiu se impor
sobre seu maior inimigo -- ele mesmo. Ele foi derrotado...
até a bebida era mais forte que ele.

Quando abrimos o coração para Jesus, passamos a ser fortes.
Ele nos fortalece, nos reveste de Sua armadura, nos protege
de todo o mal. Mesmo nas lutas mais duras e difíceis nós
sabemos que conquistaremos a vitória. E quando as
dificuldades se apresentam, sempre ouvimos a voz do Senhor:
"Tende bom ânimo". Sentimo-nos renovados, estimulados,
fortalecidos... e, da mesma maneira que o Senhor venceu o
mundo, nós também venceremos.

Se você sonha alcançar o sucesso em sua vida pessoal, se
quer ser reconhecido como um grande vencedor, lembre-se que
a maior batalha a travar será contra você mesmo. Vencendo
essa luta, todas as demais serão bem menos difíceis.
Esvazie-se de si mesmo e deixe Cristo dirigir seus passos.

O maior conquistador não é aquele que se apresenta como "o
grande" e sim aquele que é dirigido pelo "Grande" Senhor e
Salvador.

Fonte:
Paulo Barbosa
Um cego na Internet
tprobert@terra.com.br
http://www.ministeriopararefletir.com



Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Nosso Mundo: Os cristãos esquecidos do Oriente


É difícil imaginar aonde os governos e as igrejas ocidentais pensam que vão chegar fazendo vista grossa à perseguição de cristãos no mundo islâmico.
Na noite de domingo (09/10/2011), cristãos coptas egípcios organizaram o que era para ser uma vigília pacífica em frente à sede da emissora de TV estatal no Cairo. Os mil manifestantes representavam a antiga comunidade cristã de cerca de 8 milhões de pessoas, cuja presença no Egito precede a dominação islâmica em várias séculos. Eles se reuniram no Cairo para protestar contra os recentes incêndios criminosos de duas igrejas por quadrilhas de muçulmanos, e contra a rápida ascensão da violência (com apoio do governo) contra cristãos por grupos muçulmanos desde a renúncia do ex-presidente egípcio Hosni Mubarak, em fevereiro.
De acordo com fontes coptas, os manifestantes foram cercados por agressores islâmicos, que rapidamente ganharam suporte de forças militares. Entre 19 e 40 cristãos coptas foram mortos por soldados e agressores muçulmanos. Foram atropelados por veículos militares, linchados, baleados e arrastados pelas ruas do Cairo.
A emissora estatal relatou apenas que três soldados haviam sido mortos. De acordo com a agência Ahram Online, os soldados atacaram os estúdios da emissora de TV al-Hurra na noite de domingo para bloquear a transmissão de informações sobre o ataque militar contra os cristãos coptas.
Ao que parece, a tentativa de controle de informações sobre o que aconteceu funcionou. As notícias na segunda-feira sobre a violência deram poucos sinais da identidade dos mortos ou feridos. É certo que não contaram a história do que realmente aconteceu domingo à noite no Cairo.
Em outro evento, o patriarca católico maronita do Líbano, Bechara Rai, gerou polêmica há duas semanas. Durante uma visita oficial a Paris, Rai alertou o presidente francês Niolas Sarkozy que a queda do regime de Assad na Síria seria um desastre para os cristãos da Síria e de regiões próximas. Hoje a oposição, que tem apoio do Ocidente, é dominada pela Irmandade Islâmica. Rai alertou que a exoneração do presidente Bashar Assad poderia levar a uma guerra civil e ao estabelecimento de um regime islâmico.
No Iraque, a insurgência patrocinada pelo Irã e pela Síria que se seguiu à derrubada pelos americanos do regime baathista de Saddam Hussein, em 2003, promoveu uma guerra sangrenta contra a população cristã do Iraque. Este mês marca o primeiro aniversário do massacre de 58 fieis em uma igreja católica em Bagdá. Na década passada havia 800 mil cristãos no Iraque. Hoje, são apenas 150 mil.
Sob o antigo império persa, os cristãos tinham mais ou menos liberdade para praticar sua religião.
Hoje os cristãos iranianos estão sujeitos a caprichos de soberanos muçulmanos, que não conhecem outra lei a não ser a da supremacia islâmica.
A situação do pastor evangélico Yousef Nadarkhani é um exemplo. Ele foi preso há dois anos, julgado e condenado à morte por apostasia, por se recusar a renegar sua fé cristã. Não existe lei contra a apostasia no Irã, mas isso não importa. O aiatolá Khomeini é contra a apostasia. A lei islâmica também é.
Depois que a história de Nadarkhani foi publicada no Ocidente, os iranianos mudaram de plano.
Agora eles teriam abandonado a acusação de apostasia e o sentenciado à morte por estupro. O fato de ele nunca ter sido acusado ou condenado por estupro não tem importância.
Cristãos palestinos, igualmente, têm sofrido sob a popularidade dos líderes eleitos.
Quando a Autoridade Palestina foi estabelecida em 1994, os cristãos eram 80% da população de Belém. Hoje correspondem a menos de 20%.
Desde que o Hamas "libertou" Gaza em 2007, a antiga minoria cristã da região tem sofrido ataques constantes. Com apenas 3 mil membros, a comunidade cristã de Gaza teve igrejas, conventos, livrarias e bibliotecas incendiadas por membros do Hamas e seus aliados. Seus membros foram atacados e mortos. Apesar de o Hamas ter prometido a proteção dos cristãos da cidade, ninguém foi preso por violência anticristã.
Da mesma forma que os judeus no mundo islâmico foram expulsos das suas antigas comunidades por governantes árabes com a criação o Estado de Israel em 1948, os cristãos também foram perseguidos e expulsos de suas casas. Regimes populistas islâmicos e árabes usam o supremacismo da religião islâmica e o chauvinismo racial árabe contra cristãos como gritos de guerra para os seus propósitos. Esses chamados, por sua vez, levaram à dizimação das populações cristãs no mundo árabe e islâmico.
Por exemplo, quando o Líbano obteve sua independência da França em 1946, a maioria dos libaneses era cristã. Hoje os cristãos são menos de 30% da população. Na Turquia, a população cristã foi reduzida de 2 milhões no fim da Primeira Guerra Mundial para menos de 100 mil hoje. Na Síria, na época da independência, os cristãos representavam quase metade da população. Hoje 4% dos sírios são cristãos. Na Jordânia, há meio século, 18% da população era cristã. Hoje apenas 2% dos jordanianos são cristãos.
Os cristãos são proibidos de praticar sua religião na Arábia Saudita. No Paquistão, a população cristã está sendo sistematicamente destruída por grupos islâmicos apoiados pelo regime. Incêndios a igrejas, conversões forçadas, estupros, assassinatos, sequestros e perseguição legal de cristãos paquistaneses se tornaram ocorrências diárias.
Infelizmente, para os cristãos do mundo islâmico, sua causa não está sendo defendida por governos ou igrejas do Ocidente. A França, em vez de impor como condição para seu apoio à oposição síria o compromisso com a liberdade religiosa para todos por parte dos seus líderes, seu Ministério das Relações Exteriores reagiu com irritação às advertências de Rai sobre o que provavelmente acontecerá aos cristãos sírios, caso o presidente Bashar Assad e seu regime sejam derrubados. O Ministério das Relações Exteriores da França publicou uma declaração afirmando que estava "surpreso e desapontado" com as declarações de Rai.
O governo de Obama foi menos solidário ainda. Rai está viajando pelos EUA e pela América Latina em uma visita de três semanas a comunidades de imigrantes maronitas. A existência dessas comunidades é consequência direta da perseguição árabe e islâmica aos cristãos maronitas do Líbano.
A visita de Rai aos Estados Unidos deveria começar com uma visita a Washington e um encontro com altos funcionários do governo americano, incluindo o presidente Barack Obama. No entanto, após as declarações de Rai em Paris, o governo americano cancelou todas as reuniões marcadas com ele. Ou seja, em vez de considerar o perigo alertado por Rai e usar a influência americana para aumentar o poder dos cristãos, curdos e outras minorias em qualquer governo sírio pós Assad, o governo Obama decidiu boicotá-lo por chamar atenção para o perigo.
Com exceção dos evangélicos, a maioria das igrejas ocidentais está igualmente desinteressada em defender os direitos de co-religiosos no mundo islâmico. A maioria das principais denominações protestantes, da Igreja Anglicana e suas várias filiais dentro e fora dos EUA à metodista, batista, menonita e outras, não fez esforço algum para proteger ou defender os direitos dos cristãos no mundo islâmico.
Em vez disso, na última década, essas igrejas e suas filiais internacionais buscaram repetidas vezes atacar o único país do Oriente Médio em que a população cristã aumentou nos últimos 60 anos: Israel.
Quanto ao Vaticano, nos cinco anos desde que o Papa Bento XVI, no seu discurso em Regensburg, lançou um desafio aos muçulmanos para que agissem com bom senso e tolerância ao lidar com outras religiões, o Vaticano abandonou a posição anteriormente adotada. Um diálogo entre iguais se tornou uma súplica ao islã em nome de uma compreensão ecumênica. No ano passado o papa organizou um sínodo sobre os cristãos do Oriente Médio que não mencionou a perseguição anticristã por forças e regimes islâmicos e populistas. Israel, por outro lado, foi o principal alvo de críticas.
A diplomacia do Vaticano se estendeu até o Irã, para onde enviou um representante para participar de uma falsa conferência antiterrorista de Mahmoud Ahmadinejad. Conforme relata Giulio Meotti para a agência israelense Ynet, enquanto todos os embaixadores da União Europeia saiam no meio do discurso de negação do Holocausto de Ahmadinejad na segunda conferência das Nações Unidas em Durban, o embaixador do Vaticano ficou sentado. O Vaticano abraçou líderes da Irmandade Islâmica na Europa e no Oriente Médio.
É difícil imaginar aonde os governos e as igrejas ocidentais pensam que vão chegar fazendo vista grossa à perseguição e dizimação de comunidades cristãs no mundo islâmico. Como mostram os acontecimentos de domingo passado no Egito e os ataques diários de muçulmanos contra cristãos na região, as atitudes do Ocidente não estão aplacando ninguém. Mas fica bastante claro que eles irão colher o que plantaram.
caroline@carolineglick.com

Caroline B. Glick (Jerusalem Post)

Traduzido por: Luis Gustavo Gentil
Fonte em português: www.juliosevero.com
Para seguir Julio Severo no Facebook e Twitter: http://twitter.com/juliosevero Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=742399629




Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Cristãos, perseguidos, sequestrados, torturados e mortos


Cristãos têm sido executados no Sudão


Muitos cristãos têm sido mortos no Sudão, no que parece ser uma tentativa de eliminar o cristianismo do país.


As Forças Armadas Sudanesas (SAF) e a milícia islâmica aliada não estão distinguindo os combatentes e os civis nas batalhas territoriais no estado de Kodorfan Sul e, segundo os cristãos, isso se deve ao fato de que eles querem tirar o cristianismo da área.

Um cristão na área leste de Kadugli disse que conseguiu fugir das agentes de Inteligência da SAF depois de 18 dias preso dentro de sua própria casa. Ele relatou ter visto seis prisioneiros cristãos serem levados e um a um serem executados.

"Eles nos insultavam, dizendo que essa terra era islâmica e que nós não estávamos autorizados a viver nela", disse ao Compass. "Eu os vi levarem meus irmãos em Cristo e matá-los na floresta, perto de onde nós fomos detidos."

Esse cristão que fugiu pediu anonimato, pois é ex-muçulmano há 10 anos e estava marcado para ser morto no dia em que conseguiu fugir. Ele ainda está escondido, pois teme que a SAF possa encontrá-lo.

"Eu já estava marcado para morrer. Não estava mais preocupado com a minha segurança, pois, afinal, eu não dependia da misericórdia deles como eles pensavam, mas sabia que Deus estava no controle", disse ele.

Ele acredita que, desde que o Sudão se dividiu, o governo islâmico tem como principal alvo os cristãos e, como principal objetivo, limpar o cristianismo de Kodorfan Sul, parte da estratégia de tornar o país em um estado puramente islâmico.

"Esta perseguição é claramente planejada pelo governo islâmico", disse ele. "Minha vida está correndo grande perigo, pois eles ainda estão procurando por mim. Eu posso ser preso a qualquer momento ou até mesmo morto."

Outros cristãos que fugiram da área dizem que muitos foram mortos e igrejas foram queimadas pela SAF e pelas milícias islâmicas.

As leis no Sudão e as políticas estão todas a favor do Islã. A sharia (lei islâmica) faz com que as garantias e direitos à cidadania dependam da religião, fazendo com que aqueles que não são muçulmanos sejam considerados cidadãos de segunda classe, sem acesso a todos os direitos.

Fonte: Compass Direct

Cristão é sequestrado e decapitado por extremistas



Após uma extensa busca pelo paradeiro de Juma Naradin Kamil, os cristãos da região de Bakool, sudoeste da Somália, encontraram o corpo decapitado de Kamil.


Ele, que fora sequestrado, trazia no corpo marcas de uma execução feita pelo grupo terrorista muçulmano Al-Shabaab.

"É comum a Al-Shabaab decapitar aqueles que abraçam a fé cristã, ou mesmo meros simpatizantes dos ideais ocidentais," disse um cristão local à agência de notícias Compass Direct News. "Nosso irmão Kamil aceitou a fé cristã há três anos e estava determinado em sua fé em Deus. Sentiremos muito a falta dele."

O sequestro aconteceu em 21 de agosto, quando três homens da Al-Shabaab forçaram Kamil a entrar em um carro. Muitos cristãos locais acreditam que os extremistas estavam acompanhando a rotina de Kamil, a fim de executarem a tarefa.

A Al-Shabsab tem cerca de 7 mil membros. Eles procuram, através de ameaças e atos violentos, impor uma versão estrita da Sharia, lei islâmica, em todo território muçulmano. O principal objetivo do grupo é eliminar o cristianismo da Somália.

No início deste ano, dois extremistas muçulmanos assassinaram um membro de uma comunidade cristã subterrânea na Somália e também mataram uma mãe de quatro filhos, Asha Salat, por sua fé cristã.

Fonte: Compass Direct

Campanha para libertar sul-coreano se espalha


A campanha para resgatar o sul-coreano Shin Sook-ja e sua filha, que estão detidos na Coreia do Norte há 35 anos, está se espalhando pela Coreia do Sul.

Desde que o jornal The Dong-A Ilbo apresentou os problemas deles, no dia 3 de agosto, a campanha por seu resgate tem ganhado notoriedade.

A Igreja Hyundai, em Tongyeong, província de Gyeongsangnam-do, está à frente dessa campanha. A igreja disse na terça-feira: "Cerca de 75 mil pessoas colheram assinaturas em apenas quatro meses e nós esperamos que esse número chegue a 100 mil no mês que vem".

Um em cada seis residentes de Tongyeong colheu assinaturas. De 19 a 23 de setembro, sete mil estudantes e professores uniram-se num trio elétrico, na Uiversidade de Masan, em Changwon, e na Escola Jeil de Educação Infantil para meninas, Escola Jeil de Ensino Médio e Escola Jeil de Ensino Médio para meninas.

A campanha para colher assinaturas começou em 25 de maio, em Tongyeong, com 22 mil pessoas ou 16 % da população da cidade participando. Centenas de pessoas visitaram a Igreja Hyundai todos os dias, para ver as fotos da família de Shin, as histórias deles e a situação nos campos de concentração da Coreia do Norte.

Uma fonte da igreja disse: "Cerca de trezentas pessoas da igreja do Rev. Bang Su-yeol estão seguindo a campanha de resgate de Shin e sua filha. Eu espero que a família de Shin possa voltar a Tongyeong no Natal".

Campanhas para colher assinaturas, eventos de exibições e orações têm sido organizados por todo o país. Exibições de Shin foram organizadas na Universidade Nacional de Gyeongsang, de 25 de maio a 19 de junho, e na Hindol Igreja em Hwaseong, província de Gyeonggi, de 4 a 18 de julho.

A Comissão Nacional dos Direitos Humanos da Coreia do Sul organizará um seminário no dia 5 de outubro campos de concentração do Norte, e negociará o resgate de Shin e sua filha. O Conselho Cristão de Kwangju também organizará um evento de oração pelo resgate no dia 9 de outubro.

O reverendo Bang disse: "A campanha pelo resgate de Shin e sua filha é parte de uma campanha pelos direitos humanos na Coreia do Norte e a reunificação dos planos. O governo e a legislação deveriam mostrar interesse por este assunto".

Fonte: Missão Portas Abertas

Extremismo islâmico cresce na Indonésia


O atentado suicida de uma igreja na Indonésia apontou que não há um novo nível de ataques a minorias religiosas e também uma inclinação política que acomoda o extremismo islâmico

O atentado suicida de uma igreja na Java Central, Indonésia, em 25 de setembro, apontou que não há só um novo nível de ataques a minorias religiosas no maior país muçulmano do mundo, mas também para uma inclinação política que acomoda o extremismo islâmico.

"A radicalização dos ensinamentos islâmicos é um problema na Indonésia", admitiu o Dr. H. Nasaruddin Umar, diretor-geral da Comunidade Islâmica de Orientação do Ministério de Assuntos Religiosos. "Há uma necessidade de voltar a explicar o conceito de jihad."

Pino Damayanto, que se explodiu ferindo mais de 20 membros da Igreja Betel do Evangelho Pleno, em Solo, no dia 25 de setembro, acreditava que seu dever religioso era 'matar os inimigos do Islã'.

O porta-voz da polícia ligou o atentado terrorista suicida a um grupo terrorista que foi fundado pelo extremista Abu Bakar Bashir. Bashir está preso, acusado de terrorismo. Bashir é muito conhecido no departamento de segurança dos EUA. Ele é visto como o próximo líder da Al Qaeda.

Com a falta de interesse do governo, o extremismo tem crescido vertiginosamente desde a queda do regime autoritário do presidente Suharto, em 1999, que mantinha os grupos radicais sob controle.

Um cristão local, antigo membro do movimento estudantil que teve papel fundamental na queda do antigo governo, disse que a democracia era a pauta antes da tomada do poder, mas os extremistas aboliram a democracia e estabeleceram o Estado islâmico.

Da população da Indonésia, que é de 232.500 pessoas, mais de 80 % são muçulmanos e, em sua maioria, sunitas, de acordo com a World Operation, o que coloca a população cristã em cerca de 15 %. A grande maioria dos muçulmanos do país é moderada.

Fonte: Compass Direct

Muçulmanos extremistas atacam igreja cristã



Um grupo de muçulmanos extremistas atacou um prédio de uma igreja no Egito. Eles incendiaram a estrutura da igreja e, em seguida, saquearam e atearam fogo às propriedades de cristãos que estavam nas proximidades.


A multidão de mais de 3.000 muçulmanos extremistas Salafis foi vista indo atacar a igreja e as propriedades de cristãos. Michael Ramzy, um aldeão em Elmarenab, disse que o ataque começou pouco depois dos períodos de oração nas mesquitas.

"Os líderes de mais de vinte mesquitas chamaram as multidões para se reunir e destruir a igreja, demolir a igreja dos cristãos e saquear as suas propriedades", disse Ramzy à imprensa local.

A igreja Mar Gerges é a terceira igreja no Egito a ser atacada e incendiada em menos de sete meses por uma multidão. Além disso, inúmeras outras igrejas foram saqueadas e atacadas este ano, incluindo o atentado no Ano Novo contra uma igreja em Alexandria, que deixou 23 mortos e dezenas de pessoas gravemente feridas.

A tensão em Elmarenab começou na última semana de agosto, com extremistas muçulmanos membros do grupo Salafi. Eles estavam irritados com as renovações que estão acontecendo na igreja e perceberam que havia um símbolo cristão no lado externo da igreja.

Para forçar os cristãos coptas a atender às suas exigências, os extremistas muçulmanos bloquearam a entrada da igreja, ameaçando os cristãos que saíam às ruas, fazendo com que eles tivessem que ficar trancados em suas casas.

"Ataque é parte de uma tendência que cresce cada vez mais no Egito", disse um funcionário do governo. Em algumas regiões, as autoridades concedem permissão para as igrejas serem construídas ou reabertas, mas os muçulmanos salafis as ameaçam com violência, caso isso realmente aconteça.

Líderes coptas acusam o governo de ser conivente com a violência e de não cumprir a lei, incluindo uma Lei de Emergência que recentemente foi renovada e ampliada, que estipula prisão para violência religiosa, "selvageria" e casos de vandalismo contra propriedades privadas.

Fonte: Compass Direct


Fonte: Blog Luciano Max®

Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

A verdade sobre DIA DAS BRUXAS - HALLOWEEN

DIA DAS BRUXAS - HALLOWEEN
31 de outubro


Mais do que simples travessuras ou doces, nos traz a verdadeira versão da tradicional festa norte-americana, Halloween, comemorada no dia 31 de outubro. Na verdade, o dia das bruxas não passa de uma festa pagã, em sua origem e prática, e significa uma das datas mais importantes para os adeptos da igreja satânica.

Muitos bruxos, satanistas e adoradores do diabo se preparam, durante todo o ano para estas festividades. Além de ser considerada por eles, o aniversário de satanás, é o dia ideal para fazer sacrifícios humanos e pactos satânicos. No período de 15 dias antes da data de 31 de outubro e 15 dias após os seguidores do diabo sacrificam pessoas, confiados na promessa de que alcançarão mais poder e prosperidade. Conforme as estatísticas, inclusive as do FBI, nos meses de agosto, setembro e outubro acontecem várias atrocidades, inclusive o desaparecimento de crianças do mundo inteiro, principalmente nos EUA.

A autora do livro "Satanás Escondido" conta que uma destas comemorações de Halloween, tentaram introduzi-la em um ritual satânico e pediram que sacrificasse uma criança recém-nascida. Neste mesmo livro, ela relata que muitas das moças desaparecidas nos meses de março e abril, são usadas para a procriação, e seu fetos sacrificados na época do Halloween. Os moradores de Anaheim, CA, também sabem e sentiram os efeitos desta Convenção de Satanás. A própria policia da cidade pede aos crentes que tomem algum tipo de providência, pois reconhecem que do Centro de Convenções de Bruxos, emana uma onda de violência e maus presságios. Os bruxos e adoradores do diabo não perdem tempo. Eles traçam metas horríveis para combater os cristão como, por exemplo, a destruição de 60 mil famílias por ano. Fora isso, trabalham incansavelmente, para que milhares de jovens e crianças sejam envolvidas e aprisionados pelas drogas, prostituição e violência, confirmando algumas histórias da dramaturgia cinematográfica americana.

Conforme Joel Engel, pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular do Rio Grande do Sul, o mais alarmante nesta história toda é que muitas igrejas estão participando das celebrações de Halloween. Além disto, vestem suas crianças de personagens bíblicos alegando que é uma opção . Para o pastor, não existe opção para este tipo de festa, pois de qualquer forma, a atitude do crente deve ser a de combater e não a de consentir com a comemoração. "A participação do halloween é uma desonra para o Senhor Jesus Cristo. O problema é que muitos não acreditam nem mesmo na Palavra de Deus que é bem clara ao afirmar: "as bruxas, os feiticeiros, os gatos negros, os faróis de abóboras e outros misticismos malignos, são símbolos de tudo aquilo que é abominável a Deus", frisa e também adverte: "Irmão, fique longe de toda a celebração satânica, com certeza, ela entristece ao Espírito Santo de Deus."

Doces travessuras ou bruxarias?

Faz muito pouco tempo que o Halloween ficou reduzido a uma pequena festa para as crianças. Mesmo no passado, a festa folclórica cultuada pelos americanos não significa nada de bom e oportuno. Seus símbolos e práticas foram tirados diretamente do paganismo, do mal, da morte e do ocultismo. De acordo com os manuscritos históricos, a celebração antiga do halloween era feita pelos druidas em honra a Samhain, o Senhor dos mortos, no primeiro dia do mês de novembro. Eles acreditavam que na véspera deste dia Samhain chamava todas as almas malignas (espíritos) que, durante os doze meses passados, haviam sido condenados a habitar em corpos de animais. O Halloween era considerado "o caminhar universal de todas as almas e espíritos".

Conforme a bruxa paulista Rosa Maria Biancardi, em uma entrevista ao jornal O Tempo de Belo Horizonte, os Celtas há mais de 2 mil anos, festejavam o dia dos mortos na data de 31 de outubro, celebrando a travessia e a troca de energia com antepassados.

Os Druidas eram uma ordem sacerdotal da antiga Gaul e Bretanha, pagãos da religião Celta. Conforme os artigos mencionados nos textos de escritores gregos e romanos, entre o século II a.C. e o IV d.C., eles eram brutais, temidos pelo seu poder e tinham sede de sangue. Resolviam todas as disputas com uma decisão definitiva e inalterável, e castigavam com a morte. Além disso, seus altares destilavam o sangue de vítimas humanas. Algumas vezes, ofereciam homens, mulheres e crianças em holocausto, queimando-os em grandes torres de vime, como ofertas as suas supertições. Normalmente, os Celtas usavam os bosques para caça, pesca e a alimentação, mas também os utilizavam para as cerimônias demoníacas. Há evidencias, ainda, de que usavam as gigantescas pedras talhadas para decidir qual era o melhor dia para acalmar ao deus ou deuses de suas práticas misteriosas. Afirmavam que Samham convocava os maus espíritos daqueles que haviam morrido durante a realização dos ritos demoníacos.

Das crenças dos Druidas precedem o uso de bruxas, fantasmas e gatos que são utilizados nas festas de halloween. Eles acreditavam que os "gatos" eram sagrados e haviam sido pessoas castigadas por alguma má ação. Para livrarem-se da possessão diabólica, tinham que dar comida ou oferecer algo aos demônios, e arrumar-lhes hospedagem durante a noite. Se os espíritos ficassem satisfeitos com o que lhes davam, deixavam a casa em paz. Caso contrário, faziam um "trick" (truque, maldade), ou rogavam uma maldição de destruição sobre as pessoas que ali residiam.

A história explica

A história nos dá a resposta sobre o Halloween e porque a festa foi cristianizada pela igreja. Desde o tempo de Constantino (quem fez do catolicismo a religião do estado) os imperadores romanos perceberam que era necessário manter um império unificado, onde o maior número de pessoas professasse somente uma religião. Porém, uma lei foi implementada para forçar a todos os que não eram cristãos a aceitarem o cristianismo. Assim, um grande número de ateus se uniu à igreja trazendo as práticas e celebrações pagãs, como o halloween, tiveram que ser cristianizadas. Para a Igreja Católica, a única maneira de preservar os pagãos nas missas, era permitindo a prática de algumas tradições e costumes. Aos pagãos recém-convertidos, foi liberado para que guardassem alguns festivais, tais como o Halloween ou o Dia dos Fiéis Defuntos. Eles o usariam para comemorar a morte dos "santos".

Em 800 d.C. a Igreja Católica estabeleceu o Dia dos Fiéis Defuntos no dia primeiro de novembro, para que o povo desse continuidade das celebrações antigas. No entanto, a missa que se rezava neste dia se chamava "allhallowmas", e a noite anterior ficou conhecida como "allhallow even" ou halloween, que significa santificado ou noite santa.

Significado de alguns costumes do Dia das Bruxas

Treat or Trick

O costume moderno do "treat or trick", começou na Irlanda a centenas de anos, logicamente com base nestes costumes Druidas. Um grupo de trabalhadores do campo, em uma pequena cidade, resolveu fazer uma festa de halloween em homenagem aos seus antigos deuses. No entanto, saíram de casa em casa mendigando comida para a festa. Aos que contribuíam generosamente desejavam boa sorte e aos que não contribuíam faziam ameaças. Assim, a tradição continuou até nossos dias quando jovens e crianças saem de porta em porta, disfarçados de fantasmas, esqueletos e demônios, mendigando de certa por comida enquanto prometem não fazer maldades.

31 de outubro

Foram os Celtas que escolheram a data de 31 de outubro como véspera do ano novo separando-a também para celebrar todo o maligno, o malvado e o morto. Durante esta celebração costumavam reunir-se em volta de uma fogueira na comunidade, e ofereciam seus animais, suas colheitas e às vezes a si mesmos como sacrifício. Usavam disfarces feitos de cabeça e pele de animais e prediziam o futuro uns dos outros.

Abóbora iluminada

A aparente e inofensiva abóbora iluminada é um símbolo antigo de uma alma maldita e condenada. Elas são chamadas "Jack-O Lanterns", por causa de um homem chamado Jack, que não podia entrar nem no céu nem no inferno. Como resultado ele estava condenado a vagar pelas trevas com sua lanterna até o Dia do Juízo.

Por medo dele e dos fantasmas, as pessoas arrumavam as calçadas e colocavam velas acesas dentro das abóboras para espantar os espíritos maus.


Alerta!



"Os EUA, outrora um exemplo de fé para os outros países, agora está diferente: os americanos, além de deixarem a vida espiritual de lado para cuidar da profissional, estão adotando festas pagãs, valorizando-as mais do que um culto, um encontro de fé", relatou indignado o pastor Joel Engel na Revista Cristã, após sua visita a nação americana. Segundo ele, a festa do Dia das Bruxas, trata-se de um ritual satânico e demoníaco que envolve crianças inocentes e faz com que as pessoas cultuem o mal.

No intuito de combater a influência americana do Halloween, o pastor convoca a Igreja de Cristo para guerrear, orando e jejuando contra este mal que está tomando conta do mundo inteiro, inclusive no Brasil. Hoje adolescentes e crianças brasileiras esperam, ansiosos pela festa de Halloween, que é comemorado nas escolas e boates. Até para os antropólogos, a cultura norte-americana está cada vez mais presente na vida dos brasileiros, provocando um choque cultural. "É preciso estar atento aos exageros das chamadas trocas culturais", lembra.

"É hora de sermos radicais, buscarmos a virtude e o poder de Deus para nossas vidas e dizer ao diabo que fazemos parte de um exercito de vitoriosos, quem temos como propósito destruir as obras de satanás", diz o pastor Engel. Os evangélicos devem guerrear no dia 31 de outubro, com clamores, jejuns e orações ao Deus altíssimo, combatendo as hostes santânicas.


Fonte: Jesus Site

BRASIL: TERRA DO AVIVAMENTO - TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO