domingo, 22 de julho de 2012

50 cristãos queimados vivos na casa de um pastor na Nigéria

O país se transformou em um campo de extermínio; muçulmanos declaram "convertam-se ou morram"
Michael Carl
Cinquenta membros de uma igreja no norte da Nigéria foram queimados vivos na casa do pastor.
O ataque, realizado por homens armados, foi apenas o primeiro de uma onda de violência que se espalhou por 12 vilas e deixou mais de 100 mortos no estado nigeriano de Plateau, região que anteriormente estava fora da área de atuação do grupo islâmico terrorista Boko Haram e é a terra natal da etnia fula, majoritariamente islâmica.
Apesar disso, o Boko Haram assumiu responsabilidade pelos ataques e prometeu mais violência.
O porta-voz americano da Missão Portas Abertas, Jerry Dykstra, alerta que a recente onda de ataques está rapidamente se transformando em um funesto campo de batalha religioso, onde o Boko Haram declara que os cristãos devem se converter... ou morrer.
"A Nigéria está se transformando em um campo de extermínio para os cristãos. Centenas deles já foram brutalmente assassinados pelo Boko Haram, incluindo mulheres e crianças", explica Dykstra. "Ainda esta semana o grupo afirmou que todos os cristãos deveriam buscar o islamismo ou 'nunca teriam paz novamente'. O objetivo deles é transformar toda a Nigéria em um país governado e dominado pela lei islâmica da sharia".
Os líderes da Igreja de Cristo da Nigéria relatam que todas as igrejas da denominação foram totalmente queimadas durante a destruição em 12 cidades.
O estado de Plateau é a terra natal dos fulas, grupo nômade e majoritariamente muçulmano, originalmente apontados pelas autoridades de segurança nigerianas como responsáveis pelo ataque.
Segundo uma reportagem local, o consultor criminal nigeriano Innocent Chukwuni teria dito que a logística sugere que o Boko Haram não poderia ter agido sozinho.
"Não acredito que o Boko Haram teria condições de atacar essas vilas tão de repente. Não conseguiriam sem apoio e cooperação local", ponderou Chukwoma, segundo a reportagem.
O porta-voz dos fulas negou responsabilidade e não respondeu sobre a possível aliança com o Boko Haram.
A analista da Heritage Foundation na África, Morgan Roach, não acredita no envolvimento do Boko Haram devido ao histórico de violência dos fulas.
"Ataques a povoados cristãos não são novidade no estado de Plateau, uma vez que se sabe que os fulas já atacaram comunidades cristãs no passado", sustenta Roach.
Ela afirma que, como o estado de Plateau é fora do território do Boko Haram, ela tende a concordar com as autoridades nigerianas. Ela também acredita que as queimas de igrejas são um desvio dos métodos do grupo terrorista, tipicamente mais avançados.
"Caso eles sejam responsáveis, isso seria um desvio das suas táticas anteriores, que tendem a ser mais sofisticadas", questiona Roach.
"Acredito que convém fazer duas perguntas: O Boko Haram está tentando tirar vantagem da instabilidade de Plateau e se aliar aos fulas? Talvez, mas é preciso mais provas", opina. "Se for confirmada a ligação do incidente ao Boko Haram, seria um caso preocupante para a segurança do país".
Mas Michael Rubin, analista de Oriente Médio e Terrorismo do Instituto Empresarial Americano, diz acreditar que o Boko Haram é responsável pelos ataques.
"Ninguém iria se surpreender se o campo de ação do Boko Haram estiver se expandindo. Os jihadistas não podem ser aplacados; são expansionistas", declara.
Roach teme pelas consequências caso o Boko Haram esteja realmente avançando sobre Plateau e sobre o território fula.
"Será que eles estão buscando expandir sua influência para outras partes do território? Provavelmente", constata Roach. "Certamente iria ao encontro do seu objetivo maior de criar um estado muçulmano".
Dykstra acredita que a maior prioridade da Nigéria é proteger seus cidadãos cristãos e reforçar a segurança nacional.
"O governo nigeriano precisa se posicionar e proteger os fieis cristãos", defende. "O Departamento de Estado Americano precisa reconhecer que o que está acontecendo na Nigéria não é apenas devido à pobreza e à injustiça".
Dykstra estava se referindo a uma reportagem da Reuters de 11 de julho sobre um relatório sobre a Nigéria elaborado pelo Conselho Mundial das Igrejas.
"A pobreza, a desigualdade e a injustiça estão ameaçando desencadear um conflito sectário na Nigéria, explicou uma força-tarefa cristã-muçulmana na quarta-feira", dizia a Reuters, citando o relatório. "O relatório identificou dezenas de problemas distintos, cuja resolução poderia contribuir para a paz de maneira geral".
Ainda citando o relatório do CMI, a Reuters prosseguia: "A disparidade de riqueza entre os estados produtores de petróleo do sul e os países pobres em recursos do norte é um dos principais fatores para as tensões regionais, como são também as disputas por terra, como a falta de terra de pasto reconhecida para os pastores de gado do grupo nômade fula".
O relatório também cita o príncipe Bola Ajibola, ex-ministro da justiça, dizendo, "Na Nigéria, três coisas são entrelaçadas: religião, política e etnia; e as três são ofuscadas pela corrupção, a pobreza e a insegurança".
Dykstra questiona as conclusões do relatório, inclusive a afirmação que joga a culpa em "missionários bem financiados tanto do islamismo quanto do cristianismo" por aumentar as tensões.
"É ridículo", critica.
Dykstra ressalta também que os cristãos precisam orar pelos seus irmãos e irmãs perseguidos.
Rubin alerta que terríveis consequências irão se seguir se o governo da Nigéria não colocar um fim na guerra civil auto-anunciada Boko Haram.
"Se não for contra-atacado e derrotado, o Boko Haram pode transformar a Nigéria no maior estado falido do mundo", lamenta.
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do artigo do WND: "50 Christians burned to death in pastor's home"



Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Julgamentos Equivocados

Julgamentos Equivocados

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu
vos aliviarei" Mateus 11:28


Um famoso explorador inglês foi convidado para falar de suas
aventuras na selva africana. "Vocês podem imaginar", disse
ele, "pessoas muito primitivas que amam comer o embrião de
certos pássaros, e fatias da barriga de certos animais?
Pessoas que moem aquilo tudo formando uma pasta, passam tudo
no fogo, e, então, juntam toda aquela bagunça lambuzada e
gordurenta a um fluído mamário extraído de certos outros
animais?" Quando os alunos se mostraram surpresos com tanto
barbarismo, o explorador acrescentou suavemente: "O que eu
acabei de descrever para vocês, é claro, é um café da manhã
composto de bacon, ovos mexidos e torrada amanteigada."

Muitas vezes nós julgamos, também, com certo desdém, as
pessoas que parecem ter costumes diferentes dos nossos. Nem
percebemos que, o que achamos estranho nelas, é o que mais
fazemos constantemente.

Não nos aproximamos e nem nos interessamos por aqueles que,
por exemplo, têm uma religião diferente da nossa. Achamos
seu culto impróprio, sua maneira de agir inconveniente, sua
indiferença absurda. Não são como nós, que vamos todas as
semanas à igreja, que ouvimos nossas músicas de louvor, que
oramos antes das refeições e de dormir, que usamos camisetas
com versículos bíblicos, que carregamos a Bíblia debaixo do
braço. Não são espirituais como nós!

Mas, será que nossa religião é, verdadeiramente, a que
agrada ao Senhor? Será que nós, mesmo indo à igreja e
fazendo tudo que descrevo acima, não somos igualmente
indiferentes à vontade do Pai? Não somos, talvez, menos
religiosos e mais hipócritas que eles?

O apóstolo Paulo era diferente dos cristãos, perseguia-os e
os levava cativos. Porém, era um escolhido do Senhor! O
Senhor tinha planos para ele e, após ser alcançado pelo amor
do Senhor Jesus, tornou-se um grande servo de Deus e um dos
maiores missionários que o Cristianismo já conheceu. E os
nossos amigos? Aqueles que julgamos não valer a pena
investir? Não serão, porventura, escolhidos de Deus para
grandes obras? Não seria importante continuarmos investindo
neles?

Jesus disse que todos deviam ir a Ele. Não cabe a nós
ajudá-los nesse encontro?


Paulo Barbosa
Um cego na Internet
http://www.ministeriopararefletir.com



Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!


segunda-feira, 16 de julho de 2012

Cúpula de Bill Gates Levanta Bilhões para Grupos de Aborto




"Quais são as atitudes das mulheres para com crianças", perguntei a um representante de uma organização de planejamento familiar de Serra Leoa.
"Antes da guerra, elas tinham atitudes negativas. Agora têm positivas".
"Elas querem filhos?" expliquei.
"Sim, elas querem filhos. Elas precisam aprender seus direitos. Quando aprenderem seus direitos, elas não vão querer filhos".
Ele estava entre os convidados selecionados para estarem em Londres para testemunhar o desfile de presidentes africanos, líderes asiáticos e europeus e empresas farmacêuticas fazerem promessas na Cúpula de Planejamento Familiar em Londres na quarta-feira.
A Fundação Bill e Melinda Gates e o Departamento de Desenvolvimento Internacional do Reino Unido, junto com a Federação Internacional de Planejamento Familiar e o Fundo de População da ONU, realizaram a Cúpula como plataforma para líderes governamentais e empresas farmacêuticas fazerem o compromisso de suprir financiamento e acesso à contracepção.
Boa parte da audiência era composta daqueles que vão se beneficiar muito do golpe de sorte de bilhões de dólares. As organizações de planejamento familiar estavam em parceria na organização do evento e implementarão a visão de Melinda Gates. Muitos dos grupos têm uma ligação sórdida com o aborto e controle populacional.
Gates fez a abertura da conferência com um vídeo de sua recente visita às mulheres do Senegal. Grupos de planejamento familiar organizaram as visitas e forneceram tradução das reuniões. "Centenas de milhões de mulheres exigem nossa ação", declarou ela. Essa campanha "será um novo começo para trazer bem mais recursos do que antes" para o planejamento familiar e estabelecer novas iniciativas do setor privado, tais como empresas farmacêuticas e líderes locais. Ela disse que outra meta é "aumentar a demanda" para a contracepção.
A Fundação Gates tem mirado a África subsaariana e o sudoeste asiático para sua campanha de contracepção porque notam que essas regiões têm os mais elevados índices de mortalidade materna. Essa região também tem os mais elevados índices de fertilidade do mundo.
O ministro da saúde da Etiópia disse à Cúpula acerca da necessidade de seu país de aumentar a educação, atendentes profissionais de parto e melhorar o atendimento obstétrico — as medidas comprovadas para reduzir a mortalidade materna — e melhorar a sobrevivência infantil.
A Etiópia acelerará o acesso à contracepção, declarou ele. "Contracepção moderna gratuita é a chave para aumentar a demanda para a contracepção".
As promessas de outros países ecoaram uns aos outros — fornecer informações sobre contracepção, treinar fornecedores de saúde, fornecer diferentes métodos de contracepção moderna, melhorar cadeias de suprimento de modo que as clínicas fiquem com estoque lotado de contraceptivos e acesso universal. Cada nova promessa foi recebida com aplauso da multidão.
A Coreia do Sul tem um índice de prevalência contraceptiva de 100%, declarou seu embaixador na Inglaterra. A nação começou a reduzir seus índices de natalidade na década de 1960 e é "um modelo para o mundo". "Agora sofremos de um índice muito baixo de natalidade", admitiu ele. "Seguimos exageradamente a opinião de alguns especialistas".
Alguns palestrantes mencionaram preocupações religiosas e culturais sobre o planejamento familiar como barreiras a serem vencidas. Um elemento chave dessa nova iniciativa é envolver os líderes locais e religiosos, pessoas em quem as mulheres confiarão e crerão.
Heikki Holmas, ministro de desenvolvimento da Noruega, e David Cameron, primeiro-ministro da Inglaterra, falaram sobre a oposição à conferência e ao programa.
Holmas "se indignou com as vozes conservadoras que trabalham contra os direitos sexuais e reprodutivos". A Noruega era outrora um país pobre, mas agora é rico, observou ele. Os países em desenvolvimento deveriam seguir seu exemplo. "E se você não tem petróleo", aconselhou ele, "seu futuro está no planejamento familiar".
"Temos o argumento moral", disse Cameron. Seu conselho para lidar com os oponentes — aqueles que questionam se isso é uso devido de assistência ou é ofensivo às convicções culturais e religiosas — é "confiar na força de nossos argumentos".
Os organizadores da cúpula esperavam levantar 4 bilhões de dólares. No fim, houve a promessa de 4,6 bilhões de dólares. A Fundação Gates aumentou sua quantia total nos programas contraceptivos para 1 bilhão de dólares durante os próximos oito anos.
Melinda Gates declarou que acesso à contracepção é sua marca pessoal, o trabalho de sua vida inteira.

Wendy Wright
Tradução: www.juliosevero.com
Fonte: Friday Fax



Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!


Nova diretriz de segurança nacional dos EUA iguala grupos pró-vida a terroristas



Dois anos depois de ter ultrajado conservadores pró-vida e 
indivíduos que acreditam no governo limitado, o Ministério de 
Segurança Nacional dos EUA financiou outro relatório que 
aponta como fontes potenciais de terrorismo os grupos contra 
o aborto, cristãos "fundamentalistas" e pessoas que 
"não veem com bons olhos a autoridade do governo federal 
central".
O relatório, que busca analisar regiões dos EUA mais 
suscetíveis a ataques terroristas, atribui a maior parcela de 
violência nos últimos 40 anos a organizações de "causa única", 
mencionando grupos "anti-aborto" como o primeiro de 
apenas quatro exemplos: "anti-aborto, anticatólico, 
antinuclear e anti-Fidela Castro".
Brian Clowes, diretor de pesquisa da organização 
Human Life International, escandalizou-se com o relatório. 
"Eles estão dissimulando", disse para LifeSiteNews. 
"Colocam anti-nuclear como um contrapeso quando estão
 na verdade atrás de grupos pró-vida", acrescenta Clowes. 
"O mais impressionante é que os sindicatos não são 
mencionados de forma alguma no relatório, quando 
provavelmente eles foram responsáveis por mais atos 
terroristas do que a soma de todos os grupos mencionados".
O relatório "Áreas de Tensão Terrorista e Outros Crimes 
nos Estados Unidos de 1970 a 2008" (Hot Spots of 
Terrorism and Other Crimes in the United States, 1970 
to 2008"), escrito por Gary Lafree e Bianca Bersani, 
concluiu que grupos de causa única perpetraram mais 
atrocidades e por um período maior do que terroristas 
 de "extrema esquerda", "extrema direita", "religiosos" 
e "étnico-nacionalistas".
"A última década foi dominada por ataques de causa 
única", escrevem.
Além das duas referências a manifestantes "anti-aborto",
 os outros malfeitores incluem grupos conservadores, 
cristãos fundamentalistas, marxistas e nacionalistas.
Possíveis terroristas alinhados à "extrema direita" são 
escritos como "nacionalistas" (orientação contrária à 
universal ou internacional), antiglobal, que suspeitam da 
autoridade federal centralizada, que reverenciam a
liberdade individual e que acreditam em teorias da 
conspiração que envolvem uma grande ameaça à 
soberania nacional e/ou à liberdade individual".
O registro de terroristas religiosos (categoria ampla o 
suficiente para incluir Gary North e Osama bin Laden) — 
alerta contra os que "buscam atacar os supostos 
 inimigos de Deus e outros malfeitores, impor princípios 
ou leis religiosas na sociedade (fundamentalistas)", 
ou "forçadamente inserem a religião na esfera política
 (por exemplo, os que buscam politizar a religião, 
como os reconstrucionistas cristãos e os muçulmanos)". 
Além da aprovação do Ministério de Segurança 
Nacional (MSN), o relatório afirma que foi organizado 
para "auxiliar os grupos de inteligência e policiamento 
para identificar potenciais ameaças terroristas e
apoiar formuladores de políticas para desenvolver
esforços preventivos".
LeFree e Bersani escreveram o trabalho para o 
Consórcio Nacional para o Estudo do Terrorismo e 
de Respostas a Ele [National Consortium for the 
Study of Terrorism and Responses to Terrorism 
(START)] na Universidade de Maryland, que recebeu
 uma ajuda inicial de US$ 12 milhões do MSN.
Os pesquisadores alegam não ter encontrado nenhum
 ataque terrorista de motivação religiosa, um total que
parece ignorar o o bombareio ao World Trade Center 
em 1993, conduzido pelo sobrinho de Khalid Shaikh Mohammed.
A avaliação deles, publicada no fim de janeiro, segue a
 tendência do governo Obama de minimizar a 
importância do extremismo islâmico enquanto enfatiza 
uma suposta "ameaça terrorista" cristã, pró-vida e 
pró-casamento tradicional.
Um relatório do MSN publicado em 2009 era intitulado
 "Extremismo de Direita: Situação Política e 
Econômica Estimulando o Ressurgimento da 
Radicalização e do Recrutamento ("Rightwing [sic.] 
Extremism: Current Economic and Political Climate
Fueling Resurgence in Radicalization and Recruitment") 
identificou "grupos e indivíduos dedicados a uma causa
 única, como a oposição ao aborto e à imigração" e 
a oposição ao "casamento" entre pessoas do mesmo
 sexo como "a ameaça terrorista doméstica mais 
perigosa nos Estados Unidos". O MSN mais tarde 
recolheu o relatório.
No entanto, o MSN e agentes do FBI posteriormente 
frequentaram um seminário de treinamento a respeito 
de um suposto terrorismo pró-vida, realizado pela 
Federação de Planejamento Familiar [a maior rede 
de clínicas de aborto dos EUA], a Federação 
 Nacional do Aborto e a Fundação da Maioria 
eminista (Feminist Majority Foundation). Depois
 de igualar liberdade de expressão à violência, os
 organizadores distribuíram um guia listando três 
páginas de sites aparentemente extremistas, 
como o do grupo Padres pela Vida (Priests for Life), 
do Centro Americano para Lei e Justiça e da 
emissora Chistian Broadcasting Network 
[do Rev. Pat Robertson, famoso no Brasil pelo 
Clube 700].
As mesmas presunções ideológicas vêm desde 
o governo democrata anterior. O programa da 
era Clinton chamado Conspiração de Violência 
Contra Profissionais de Aborto [Violence Against 
Abortion Providers Conspiracy (VAAPCON)] 
organizou um vasto banco de dados com
 informações de ativistas pró-vida tão diversos 
quanto o último arcebispo de Nova Iorque, o 
Cardeal John O'Connor, o grupo Mulheres 
Preocupadas pela América [fundado por Beverly
 LaHaye] e o Feministas pela Vida, supondo 
que os movimentos pró-vida escondiam um 
plano secreto para assassinar abortistas. Tal 
 plano nunca foi descoberto.
O especialista constitucional John Whitehead, 
do Instituto Rutherford expressou preocupação 
de que a Lei de Defesa Nacional [National 
Defense Authorization Act (NDAA)] "permita 
que as forças armadas batam na sua porta 
se você for um 'terrorista em potencial' e coloquem
 você sob detenção militar".
O estudo da START alega que durante o
 intervalo de 40 anos examinados, grupos de 
causa única atacaram o maior número de
 localidades: 185 países. O terrorismo 
religioso foi "muito menos prevalente", 
afetando apenas 26 países.
LaFree concluiu que a "diversidade linguística", 
associada a regiões poliglotas "evidenciam 
uma relação forte e positiva com ataques terroristas 
e crimes comuns". Comparando as variáveis para 
o terrorismo de motivação política e outros 
crimes, eles concluem que "nossa pesquisa… 
sugere que a heterogeneidade étnica é 
consideravelmente associada a países onde os
 terroristas atacam". Inversamente, "países 
com mais moradias estáveis e uma proporção
 maior de residentes brancos e não hispânicos 
são menos propensos a sofrerem com 
ataques terroristas e crimes comuns".
Os analistas esperam fazer mais pesquisas a 
respeito de quais línguas estrangeiras os 
terroristas costumam falar.
Ben Johnson
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do 
artigo do LifeSiteNews: 
"New Homeland Security lumps anti-abortion groups in with terrorists




Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!


terça-feira, 10 de julho de 2012

Um Acontecimento Memorável

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua
glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e
de verdade" (João 1:14).



Diz-se que um quinto da população mundial assistiu, pela
televisão, o homem pisar na lua. Foi um acontecimento
incrível e muitos ainda têm dificuldade de acreditar. Algo
muito mais surpreendente aconteceu quando Deus colocou os
pés na terra. Quando Jesus trouxe à terra o conhecimento das
coisas ocultas de Deus, foi uma visitação divina.

O Senhor veio a este mundo. Ele viveu entre nós. Veio por
nos amar, para nos salvar, para nos libertar, para nos dar
vida eterna.

O Senhor pagou o preço de nossos pecados, reconciliou-nos
com o Pai, mostrou o caminho para uma vida abundante e
feliz. Ele foi e continua sendo nosso melhor Amigo. Ele foi
e continua sendo o Médico que cura nossas enfermidades. Ele
foi e continua sendo o Advogado para todas as nossas causas.

Ele esteve entre nós e nos ensinou a amar. Ele esteve entre
nós e nos encheu de fé. Ele esteve entre nós e prometeu que
não nos deixaria, que não nos desampararia, que supriria
todas as nossas necessidades. Ele nos ensinou a ter coragem,
a ter ousadia, a vencer os obstáculos, a vencer os enganos
deste mundo.

O que mais nos alegra o coração é que Jesus continua entre
nós. Ele está com as mãos estendidas para nos abraçar. Ele
está ao nosso lado quando enfrentamos lutas, quando passamos
por angústias, quando nos sentimos desanimados, quando não
temos forças para vencer as provações. Ele nos anima, nos
fortalece, nos guia pelas sendas da vitória.

Com Ele nada temos a temer. Com Ele alcançamos nossos
sonhos. Com Ele temos a certeza de que chegaremos ao destino
almejado.

Que fato memorável! Que acontecimento maravilhoso! Jesus
esteve entre nós... Jesus está entre nós.


Paulo Roberto Barbosa




--
Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!


sexta-feira, 6 de julho de 2012

Reunião Mensal Conselho de Pastores de Barretos - 9 de julho 20h





Brasileiros desperdiçam muita água

Pesquisa mostra pouca preocupação ambiental

A preocupação ambiental do brasileiro continua a escorrendo ralo abaixo. Pesquisa de opinião
realizada pelo Ibope para o WWF-Brasil mostra que quase metade (48%) das pessoas consome
água com pouco controle, apesar de 68% afirmarem que o desperdício será o principal
problema de abastecimento de água no futuro. O estudo, parte do "Programa Água para a
Vida", revela que o brasileiro não sabe quem são os maiores consumidores de água no país.
Apenas 16% indicaram, corretamente, a agricultura, contra 81% que citaram, erradamente,
população, residências e indústrias.

A Agência Nacional de Águas (ANA), criada pelo governo federal em 2000, não é conhecida por
87% das pessoas. E os comitês gestores de bacias hidrográficas, por 84%. Apenas 1% aponta
o desmatamento como uma das causas da falta de água. Para Glauco Kimura de Freitas,
coordenador do Programa Água para a Vida do WWF-Brasil, é preciso ensinar que água não
nasce na torneira.

— É assustador constatar que as pessoas não conhecem a lei, não entendem a noção de bacia
hidrográfica e sequer sabem quem é a agência reguladora — disse Freitas. — A água não
respeita limites geopolíticos, não se limita a fronteiras, passa pela área rural, urbana, cidades e
estados. Á água não nasce na torneira. A preservação da bacia hidrográfica é fundamental.

Foram ouvidas 2.002 pessoas em novembro de 2011 nos 26 estados da federação na
pesquisa, que mostrou uma diminuição na disposição do brasileiro em pagar pela água.
Quando perguntados se podiam dar 2 centavos por cada mil litros de água, 76% das pessoas
responderam sim em 2006, contra 58% agora.

A pesquisa mostra, ainda, que 67% dos domicílios enfrentam algum tipo de problema no
abastecimento. No Nordeste, a escassez constante afeta 29% das casas. Mesmo assim, o
consumo médio diário por habitante no país (185 litros) é considerado mediano, próximo ao
da Comunidade Europeia (200 litros).

Nas regiões secas, como o semiárido brasileiro, o consumo é menor (abaixo de 100 litros),
porém mais alto do que o da África Subsaariana (abaixo de 50 litros).

Folha SP

--
Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!


Dieta mediterrânea 'abrasileirada' ajuda coração

Sardinha, milho, sopa de feijão e tapioca fazem parte dos alimentos acessíveis

Uma dieta mediterrânea à brasileira, que substitui atum, castanhas e azeite extravirgem por
alimentos baratos e acessíveis no país, como sardinha, milho, sopa de feijão e tapioca. Esse é o
projeto do HCor (Hospital do Coração), em parceria com o Ministério da Saúde.

A ideia é lançar no país uma dieta com alimentos de baixo custo e presentes na rotina dos
brasileiros para a prevenção de doenças cardiovasculares em pessoas que já tiveram infarto ou
derrame ou que correm maior risco de sofrê-los por causa de hipertensão e colesterol alto.

Da primeira fase do projeto, que avaliou a efetividade da dieta, participaram 120 pessoas
cardíacas do Rio de Janeiro e de seis cidades de São Paulo (incluindo a capital), durante oito
semanas.

Metade recebeu as orientações de praxe que são dadas após um evento cardiovascular, como
diminuir a quantidade de gorduras saturadas (presentes na carne vermelha, por exemplo).
A outra metade seguiu o material educativo e o cardápio do projeto, os quais classificam os
alimentos com as cores da bandeira nacional: verde, amarelo e azul.

A escolha não é à toa: os participantes foram instruídos a montar os pratos de acordo com a
predominância dessas cores na bandeira.

Ou seja, a dieta recomenda ter maior quantidade de alimentos verdes (ricos em vitaminas,
minerais e fibras), menor proporção de alimentos amarelos (com quantidade considerável
de gordura saturada) e uma quantidade menor ainda de alimentos azuis, que contêm mais
gordura, sal e açúcar.

Segundo Bernardete Weber, coordenadora da pesquisa do HCor, os níveis de colesterol dos
participantes que seguiram a dieta cardioprotetora diminuíram. Weber cita outro resultado
positivo: os pacientes também perderam peso.

Folha SP

--
Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!


O nosso feijão de cada dia faz bem ao coração


Com quantidades expressivas de isoflavona, alimento previne doenças
coronárias

Estudo inédito do Instituto Agronômico (IAC) de Campinas, em parceria com a
Universidade de São Paulo (USP), encontrou quantidade expressiva de isoflavona,
ácido que previne doenças coronárias, no feijão.

Pesquisadores de outros países diziam que a quantidade da substância em um dos
alimentos mais consumidos pelos brasileiros era inexpressiva. Os estudos mostraram
que a variedade de feijão IAC Formoso tem 10% da quantidade de isoflavona
encontrada na soja. "Esse teor é expressivo, pois o brasileiro come regularmente feijão
e não soja", diz o pesquisador Alisson Fernando Chiorato, do IAC. A substância é usada
também na reposição hormonal pelas mulheres.

"Ainda precisamos aprofundar o estudo, mas observamos quantidade elevada de
isoflavona também no feijão preto.", explica.

Chioratto atribui a demora na descoberta do ácido fenólico no grão ao desinteresse
dos pesquisadores. "Embora o feijão seja consumido no mundo todo há muitos anos,
sempre se teve a soja como o grão rico em isoflavona", diz. "Com certeza outras áreas
do conhecimento se interessarão pelo assunto."

Folha SP

--
Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!


Servidor público estadual nascido em julho deve se recadastrar

Objetivo é manter dados atualizados para planejar perfil futuro

Os servidores públicos estaduais da Administração Direta, das Autarquias e das
Fundações nascidos em julho devem fazer o recadastramento 2012 até o final
deste mês. A atualização cadastral é obrigatória e deve ser feita durante o mês de
aniversário do servidor público. A medida engloba também os servidores e militares
afastados e licenciados.
O procedimento é realizado no site www.gestaopublica.sp.gov.br, ou por formulários
disponíveis nas unidades de Recursos Humanos dos órgãos. Quem não o fizer terá o
salário suspenso e só voltará a receber depois que a situação for regularizada pelo RH.
O objetivo do recadastramento é manter os dados dos servidores atualizados para
planejar o seu perfil futuro.
É importante o servidor manter seu cadastro sempre atualizado. Por isso, não é
preciso esperar o mês de aniversário para informar mudança de endereço, estado civil,
ou prestar outras informações. Também pelo site da Secretaria de Gestão Pública ou
nas unidades de RH, é possível fazer alterações de dados.
No entanto, este procedimento não desobriga o servidor a realizar o recadastramento
obrigatório no mês do aniversário.
Serviço:
Recadastramento dos servidores públicos estaduais
Período: de janeiro a dezembro de 2012
Quando: no mês de aniversário do servidor público
Como: pela Internet, no site da Secretaria de Gestão Pública (www.gestaopublica.sp.gov.br), ou pelo preenchimento de formulário no RH dos
órgãos.

Folha SP


--
Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!


terça-feira, 3 de julho de 2012

Qualificação profissional é exigência mundial

Faltarão 40 milhões de profissionais qualificados no mundo até 2020

Se o momento atual da economia exige que empresas tenham criatividade para achar e manter profissionais qualificados, uma pesquisa do McKinsey Global Institute aponta que a situação deve se agravar nas próximas décadas.

Baseado nas tendências atuais, o instituto projeta que, até 2020, a economia mundial vai enfrentar uma falta de até 40 milhões de trabalhadores com nível superior, o que representa 13% da demanda por esses profissionais.

Cerca de 16 milhões serão exigidos em economias avançadas, que já sofrem com o envelhecimento da população. Em países em desenvolvimento, a criação de novas vagas na indústria e no setor de serviços exigirá 45 milhões de profissionais com ensino médio a mais do que o disponível, o que representa 15% da demanda.

Desse número, 13 milhões irão faltar apenas na Índia. Ao mesmo tempo, haverá um excesso de até 95 milhões de trabalhadores de baixa qualificação em todo o mundo em relação às vagas disponíveis, cerca de 10% do total.

Em economias desenvolvidas, isso significa até 35 milhões de profissionais sem curso superior a mais do que o demandado pelos empregadores.

Nos países em desenvolvimento, os trabalhadores pouco qualificados nem ao menos chegam ao ensino médio.

Nesse caso, as economias precisarão lidar com até 58 milhões de pessoas a mais do que a demanda por esse tipo de profissional.

Até 2030, a estimativa é que a taxa de crescimento anual da população economicamente ativa cairá de 1,4% para 1%.

Em países como o Brasil a previsão é que esse número não passe de 0,6% e até mesmo a China deve ver a taxa cair pela metade, para 0,5%.

Junto a números cada vez maiores de aposentados deixando a força de trabalho, que devem somar 360 milhões, a situação deve promover mudanças no cenário mundial e desafios para a maioria dos países.

A China deve ser substituída pela Índia e outras economias emergentes do sul da Ásia e da África como a principal fonte de trabalhadores no mercado mundial.

Dos 600 milhões de pessoas que irão se unir aos 2,9 bilhões na força de trabalho global atual, a pesquisa estima que 60% terão origem nesses países.

Ao mesmo tempo, a China vai assumir outro papel no cenário global: o de maior fornecedor de profissionais com educação superior. Junto com a Índia, será responsável por 57% dos novos trabalhadores com curso superior até 2030.

Ainda assim, a demanda será maior do que as estimativas de crescimento. Só na China, a previsão é que faltarão 23 milhões de profissionais qualificados em 2020.


Folha SP



--
Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!