quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Europa está abolindo o dinheiro

A matéria abaixo, originalmente publicada na empresa de mídia americana CBS News, é de março de 2012, mas dado ao relevante assunto eu a postei para lembrarmos.




Em muitos países europeus, os cartões de débito e crédito e as transferências online já substituíram o dinheiro em espécie. Na Suécia, o debate é sobre quando será extinta a necessidade de se carregar dinheiro.


Um dos benefícios apontados é reduzir a delinquência, em especial os assaltos. “Se pudermos reduzir a quantidade de dinheiro que circula nos bancos e na sociedade, também reduziremos os roubos”, afirmou Marie Look, do sindicato dos bancários. “Quando abandonarmos totalmente o dinheiro, não haverá mais roubos, porque não fará sentido assaltar um banco que não tenha nada para ser levado”.

Desde 2010 há uma campanha pelo fim do dinheiro no país que conta, inclusive, com o apoio de famosos, como o ex-membro do grupo Abba, Bjorn Ulvaeus. Ele disse: “Não há razão prática clara, até onde eu possa ver, para continuar usando notas e moedas. O que existe são óbvias vantagens de se desfazer delas. A Suécia poderia ser o primeiro país do mundo a adotar essa medida”.

A Suécia, curiosamente, foi o primeiro país europeu a introduzir as notas guardadas em bancos, em 1661. Agora pode liderar a Europa para se livrar-se delas. Sendo um país que convive com a alta tecnologia, em breve o dinheiro digital deve ser uma realidade.

Na maioria das cidades suecas, os ônibus já não aceitam dinheiro. Os passes são pré-pagos ou adquiridos com uma mensagem de texto de telefone celular. Um número crescente de empresas só aceitam cartões, e algumas agências bancárias só fazem transações eletrônicas.

O declínio no uso do dinheiro é perceptível até mesmo nos templos religiosos, como na Igreja de Karlshamn, sul da Suécia. O pastor Johan Tyrberg recentemente instalou um leitor de cartões para tornar mais fácil a vida dos fiéis que desejam fazer oferendas.

“As pessoas vinham até mim muitas vezes e diziam que não tinham dinheiro, mas ainda assim gostariam de doar”, diz Tyrberg.

Cédulas e moedas representam apenas 3% da economia da Suécia, em comparação com uma média de 9% nos países da zona do Euro e de 7% nos EUA, de acordo com o Banco de Compensações Internacionais, organização que reúne os bancos centrais do mundo.

A prevalência de transações eletrônicas – e o rastro digital que geram – pode ser um problema para muitos por violar a “privacidade” das transações em dinheiro vivo.
Oscar Swartz, fundador do maior provedor de Internet da Suécia, Banhof, diz que uma economia totalmente digital sempre deixará um “rastro” dessas transações. Ele apoia a ideia de acabar com o dinheiro, mas ressalta: “A pessoa deve ser capaz de gastar seu dinheiro sem ser rastreado o tempo todo”, diz ele.

Um passo importante foi dado pela empresa sueca iZettel, que desenvolveu um sistema onde qualquer telefone celular do tipo smartphone funcione como uma “carteira virtual”. Os maiores bancos da Suécia devem lançar ainda este ano seu próprio sistema, que permite aos clientes transferir dinheiro em tempo real usando seus telefones.

A maioria dos especialistas acredita que o dinheiro da forma como conhecemos dentro em breve poderá ser um artigo raro na Europa, um produto em verdadeiro “perigo de extinção”.

Os especialistas em profecias há muito indicam que o cumprimento de Apocalipse 13:16 viria pela substituição do dinheiro por um sistema eletrônico, entendido assim: “A todos, os pequenos e os grandes e os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte (testa), para que ninguém possa comprar ou vender, se não aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome”.

Fonte: CBS News


Israel: Mídia tendenciosa "falsifica" imagens

Não acredite em tudo o que vê por aí...


Esta foto que vai abaixo é apenas um exemplo claro de como pode funcionar a indústria da ocultação, desinformação e manipulação. 

A foto em questão, ou melhor, a parte dela que foi recortada de acordo com os interesses do Hamas, circulou bastante e ainda estampa dezenas de sites. Na Internet existem algumas outras fraudes fotográficas e o documentário Pallywood as expõe em vídeos irrefutáveis. 



Esta evidente encenação circula como "prova" da crueldade israelense



Fonte: Blog "A ordem natural"


Britânicos sem religião crescem em dez anos de 15% para 25%

Número de cristãos teve um declínio acentuado


 Os resultados do censo de 2011 da Inglaterra e País de Gales divulgados hoje (11) mostram que as pessoas não religiosas (incluindo ateus e agnósticos) aumentaram dez pontos percentuais (para 25%) em 10 anos, chegando a 14,1 milhões. 

Em contrapartida, houve no período uma drástica redução no número de cristãos, de 72% para 59%. Se o declínio se mantiver nos próximos anos, em pouco tempo os dois países deixarão de ter população com maioria cristã. 

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, os muçulmanos compõem o segundo maior grupo religioso, com 4,8%, seguidos pelos hindus (1,5%), sikhs (0,8%) e judeus (0,5%). 

Terry Sanderson, presidente da National Secular Society, disse que o rápido crescimento dos não religiosos e o acentuado declínio dos cristãos são uma “indicação da enorme revolta das pessoas em relação às religiões”, principalmente a Igreja da Inglaterra, que é hegemônica. 

Afirmou que esse censo deve servir de alerta para as igrejas de que suas “atitudes cada vez mais conservadoras” estão sendo rejeitadas pela população. 

Trata-se também, segundo ele, de um recado ao governo de que o processo de secularização da sociedade é irreversível. Ele fez referência à baronesa Sayeeda Warsi, ministra que tem acusado os secularistas de intolerantes.

O censo revelou ainda que a população da Grã-Bretanha está se tornando cada vez menos “branca”, em consequência dos imigrantes, principalmente oriundos Índia, Polônia e Paquistão. 

Em dez anos, a população teve uma redução de 400 mil caucasianos, caindo de 87% em 2001 para 80% em 2011. Em Londres, apenas 45% são britânicos caucasianos. Há 10 anos, eles eram 58%.

Fonte: Paulo Lopes
Paulopes informa que reprodução deste texto só poderá ser feita com o CRÉDITO e LINK da origem. 

Uma grande riqueza

Uma Grande Riqueza

"Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas
promessas" 2 Pedro 1:4

Charles Spurgeon, um pastor inglês, muito popular nos anos
1800, conta a história de uma mulher pobre que recebeu um
cheque de 12.000 libras de um amigo agonizante. Não tendo
idéia a respeito do valor do cheque, ela o colocou em uma
moldura e o pendurou na parede como lembrança. Dr. Spurgeon
ajudou a a receber o cheque que lhe proporcionou uma vida
confortável. Quando apreciamos e aceitamos as promessas de
Deus, tomamos posse de uma grande riqueza.

O que estamos fazendo com as promessas de Deus? Nós as
estamos guardando, na prateleira de uma estante qualquer,
considerando-as apenas parte de um livro ou temos procurado
tomar posse de cada uma, como bênçãos para a nossa vida
espiritual?

Quando recebemos a presença de Cristo em nossos corações,
não apenas demos um passo importante em direção à felicidade
aqui neste mundo e à certeza de uma vida eterna com o Senhor
nos Céus, como recebemos também a riqueza de poder contar
com o Senhor em todos os momentos bons e difíceis durante
nossa caminhada na terra.

Muitas vezes deixamos de desfrutar do conforto espiritual
que o Senhor tem preparado para nós exatamente porque não
calculamos o valor de tudo que Ele está pronto a nos
oferecer. Como o cheque de grande valor que aquela pobre
mulher pendurou na parede de sua casa, as promessas do
Senhor -- jóias de imenso valor -- acabam ficando guardadas
sem que as usemos como é da vontade do nosso Deus.

O Senhor prometeu suprir todas as nossas necessidades, por
que murmuramos? O Senhor nos garantiu que seríamos mais que
vencedores, por que desanimamos diante de derrotas
passageiras? Na presença do Senhor há plenitude de alegria,
por que nos queixamos de tristeza?

Nós possuímos grande riqueza. As promessas do Senhor estão
conosco. O Senhor está conosco.

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
http://www.ministeriopararefletir.com



Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!